TECNOLOGIA

A área na qual a Optilink se insere nasce com as necessidades crescentes de largura de banda das redes de comunicação.
Apesar de constituírem uma opção válida há muitos anos, as fibras óticas estavam até há pouco tempo limitadas às redes centrais dos operadores de comunicação e dos grandes grupos empresariais, constituindo um mercado limitado de nicho.
Todavia, com o surgimento de necessidades acrescidas de largura de banda para suporte de conteúdos multimédia, quer da Internet quer de redes de IPTV, os sistemas tradicionais de comunicação baseados em cobre e cabo coaxial começaram a evidenciar fortes limitações funcionais e de qualidade.

Surgiram assim os projetos de redes alargadas de fibra ótica até ao domicílio dos clientes, vulgarmente designadas por FTTH (Fiber To The Home).

Este projetos multiplicaram as necessidades de componentes e equipamentos para redes de fibra ótica, assim como também a complexidade e por vezes a urgência nas necessidades dos operadores.

As redes PON (Passive Optical Network) estão assim a substituir o acesso por ADSL e cabo coaxial, permitindo larguras de banda várias e numa ordem de grandeza superior.

Inicialmente, a Optilink posicionou-se como fornecedor de proximidade de cablagens de fibra ótica para datacenter, vulgo patch cords óticos, crescendo gradualmente e passando também a produzir uma vasta gama de cablagem ótica para equipamentos associados para todos os ambientes, como sejam os drop cables, breakout cables, pigtails e bastidores óticos, entre outros.

 

Atualmente, existem três tecnologias utilizadas nas redes FTTH:

BPON – Broadband Passive Optical Network Standard baseado no APON. No entanto, acrescentou-lhe capacidade para WDM (Wavelenth Division Multiplex), possibilitando uma alocação de upstream mais dinâmica, mas com largura de banda limitada.
EPON ou GEPON (Ethernet Passive Optical Network) Standard que usa protocolo Ethernet para transmissão de dados em pacotes.

GPON (Gigabit Passive Optical Network) Evolução do standard BPON. Suporta taxas de transferência de informação mais elevadas e com maior segurança.

A GPON será a tecnologia na qual a generalidade das próximas redes a implementar serão baseadas.

A Optilink fornece todos os componentes para redes óticas passivas, independentemente dos protocolos de suporte às mesmas.